Visitas on line

Tradutor:

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Compartilhando e-mails interessantes

Recebi este e-mail e resolvi compartilhá-lo por causa da utilidade dele.Quantos não sofrem de dor de cabeça e vivem tomando remédios. Vejam  que interessante.  




" PRANAYAM "
O nariz tem um lado direito e um esquerdo; usamos ambos para inspirar e expirar.
Na verdade eles são diferentes: o direito representa o Sol, o esquerdo, a Lua.
Durante uma dor de cabeça, tente fechar a narina direita e usar a esquerda para respirar.
Dentro de cerca de cinco minutos a dor de cabeça deve ir embora.
Se você se sente cansado, faça o contrário: feche a narina esquerda e respire pela direita. Num instante sentirá sua mente aliviada.
O lado direito pertence ao "quente" (Sol) por isso esquenta rapidamente, o esquerdo pertence ao "frio"(Lua).
A maioria dos homens respira pela narina direita e isso os influencia.
Repare no momento em que você acorda, qual dos lados respira melhor ou mais? Direito ou esquerdo?
Se for o esquerdo você se sentirá cansado.
Então, feche a narina esquerda e use a direita para respirar, você se sentirá aliviado rapidamente.
Isso pode e deve ser ensinado às crianças, mas é mais efetivo quando praticado por adultos.
Meu amigo costumava ter fortes dores de cabeça e sempre ia ao médico.
Houve um tempo em que sofri

a de dores de cabeça literalmente todas as noites, ficando incapacitado para estudar.
Ele tomava analgésicos , mas não funcionavam.
Ele decidiu tentar esta terapia de respiração: fechava a narina direita e respirava pela esquerda.
Em menos de uma semana sua dor de cabeça foi-se. Continuou o exercício por um mês.
Essa terapia alternativa natural, sem medicamentos, é algo em que ele tem experiência.
Então, por que não tentar? Namastê!



domingo, 13 de maio de 2012

HOMENAGEM ÀS MÃES,INCLUSIVE A MINHA

     


      Quando as nossas mães partem nos sentimos órfãos.Não importa a idade, o sentimento é o mesmo. 
      Lembro-me do dia em que a minha se foi, e quando chegamos em casa,depois de ter cumprido a última etapa, de uma série de sofrimentos, estávamos exauridos, e imensamente tristes. Havíamos deixado nossa mãe, no lugar que menos queríamos, mas não havia como!Estávamos reunidos na sala,lugar  onde  vivenciamos tantos  momentos juntos, mas aquele era o mais triste.  Ainda hoje, me recordo quando minha irmã disse:"ESTAMOS ÓRFÃOS!".Era exatamente isso,tínhamos ficado órfãos.Aquela sensação de orfandade era palpável,ninguém conseguia externar um outro sentimento,que não fosse abandono.Cada coração ali alojava a orfandade sob todos os aspectos, desamparo,ausência,medo,abandono, etc. 
       Uma outra etapa viria, sabíamos,era só questão de tempo para acostumarmos com a ausência daquela que tinha sido "PRESENTE".
     Mas como ela mesma dizia : "o tempo cura tudo" Ainda hoje nos lembramos dela, mas com uma saudades acolhedora,suave e eterna.Saudades que não dói tanto, é  um misto de  esperança e  confiança que um dia ainda estaremos juntas novamente.
        A homenagem aqui  foi a forma que encontrei para externar o sentimento de orfandade que muitos filhos, independente da idade  têm quando veem partir  a mãe  QUE TANTO AMOU E QUE AGORA ESTÁ AUSENTE.
        Parabéns a todas, às presentes e às ausentes!!!!!!
"Súplica de um órfão", na voz de Divaldo Pereira Franco.
  






Related Posts with Thumbnails