Visitas on line

Tradutor:

sábado, 30 de outubro de 2010

Halloween ou Saci Pererê?!!!!


O brasileiro tem  a mania de  valorizar a cultura alheia  e negligenciar a própria. Ontem estive em um dos condomínios mais chiques de São Bernardo, e como todos os anos, muitas casas estavam sendo decoradas para o Holloween. Quanta idiotice! Aposto  que as crianças que lá vivem nunca ouviram falar do Saci, da Mula sem Cabeça, da Cuca e de outros personagens do folclore  e lendas brasileiras. Coitadinhas, nem bem nascem  já estão contaminadas com Halloweens da vida americana!
Não sou xenófoba, mas defendo a ideia, de que a criança  brasileira conheça primeiramente sua cultura e depois reverencie a alheia. Que também, antes de aprender o idioma alheio saiba o próprio e o domine. 
Um povo se torna escravo do outro quando destrói as suas raízes, negligencia sua cultura, põe por terra seus valores, desdenha suas origens e suas ideias.É isso que nós brasileiros fazemos diuturnamente.
Vamos e convenhamos! Qual é o  povo que se preocupa em estudar a língua do outro, a literatura do outro, antes de aprender a sua? Não vejo isso em outros países, só  conosco. Num olhar bem superficial,o que vemos? Crianças de todas as classes sociais  estudando a língua inglesa.!Pergunta! E o português? É só o da padaria que ela conhece? Coitadas dessas crianças, mas mais coitados são os da classe desprivilegiada(eufemismo) para não dizer pobre, miserável.Esses  perdem sete anos de suas vidas nas escolas do Estado estudando inglês para depois ter um   final irônico para não dizer trágico.Quando se dão conta , tornaram-se analfabetos bilingues. Isso é de doer!!!!


O mesmo acontece com a literatura no Ensino Médio(colegial). Vamos acabar com essa coisa de ficar tirando o chapéu  para o outro,e procurarmos conduzir nosso país pelos nossas próprias pernas, mesmo que uma já tenha sido amputada. Quero que fique claro que não sou contra a estudar idiomas, isso eu acho excelente, mas sou  contra  essa  reverência à  cultura  alheia, com tanto louvor, em detrimento a própria. Conhecer  línguas e culturas, respeitá-las é obrigação, incorporá-las é opção. Aqui fica a pergunta:quando vamos nos livrar deste complexo de côlonia que está marcado a ferro e fogo em nossas almas? Concluo! Nunca! Pois o que vejo, é tudo se incorporar cada vez mais,como cola grudenta que ninguém consegue se livrar.


Numa análise bem superficial, fica o questionamente do por quê dessa rejeição do  brasileiro pelo seu folclore, lendas e mitos?Talvez essa rejeição (inclusive pelo Saci Pererê), esteja pautada  no  nosso inconsciente de se ver o igual e não aceitar.O nosso povo ainda nem percebeu, mas intui , que teve ou está tendo progressivamente  suas bases  amputadas, continua andando numa perna só, com o chapéu na mão. Não pode nem chutar, porque pode cair. Ninguém cai quando  já está de quatro(digo três), porque é assim que nós brasileiros nos encontramos na atual conjuntura em relação às nossas raízes culturais. 
É melhor fazer um esforço enquanto tem uma perna só,  um gorro e um cachimbo, porque ainda dá tempo. Eu sugiro aos brasileiros que no dia 31, o prato seja o Halloween e o anfitrião seja o Saci Pererê assessorado por toda a sua turma: Mula Sem Cabeça, Curupira,Negrinho do Pastoreio ....
Abaixo o Halloween e viva o Saci Pererê, que pertence a nossa cultura! 
Related Posts with Thumbnails