Visitas on line

Tradutor:

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

BRs DO BRASIL

         Hoje o post é sobre “ o estado lamentável  que se encontra as estradas do Brasil, inclusive aquelas que nos levam a lugares distantes como Bahia, Mato Grosso ...
         As do Estado de São Paulo são melhores, no entanto os preços dos pedágios são os mais altos. Quanto, as que nos levam aos confins do Brasil, a situação é precária, eu diria calamitosa, buracos e mais buracos, sinalização nem se fala, paradas Deus nos livre! Iluminação, está longe de existir..... Os problemas são tantos que não dá nem pra falar, quanto mais escrever, só quem viaja de carro é que sabe.
       Resolvi escrever sobre este assunto, porque uma amiga me enviou um texto que ela escreveu depois de ter feito uma viagem de carro à Bahia. Como achei interessante e ela me autorizou, resolvi postá-lo.


Roseli Correa
Considerações sobre uma  viagem que fiz  à Bahia....
                                   
             Triste país esse meu! Km e km de terras onde a agricultura não mata a fome! 

           Terras vazias da mão humana! Terras sem o sal do suor do homem! Em volta à miséria, a natureza se mostra cruel em seu exagero! O homem se mostra cruel em sua mesquinharia! E eu tenho desprezo por esse exagero de terras.
                    
       Lua cheia boiando no mar da Bahia exagerando sua beleza!

                                            
           Triste país, onde os caminhões serpenteiam as estradas arrastando a riqueza dos que não trabalham.Triste país onde 20 anos não foram suficientes para mudar um quadro desolador de miséria .
             Exagero de gentileza ... no meio do nada.Os funcionários de uma lanchonete mantém água gelada na geladeira para dar gentilmente aos passageiros que param ali.

            Quero reclamar das plantações de eucaliptos, num verde sem fim, sem homens, sem animais, sem alegria, um verde triste, a tristeza da avareza e eu, desprezo esse verde.
          Desprezo os que deveriam zelar pelas BRs do Brasil, com seus trechos que exageram nos buracos, exageram no desrespeito aos contribuintes.
          Desprezo e tristeza são o que sinto por tudo isso!

                                       PARAFRASEANDO O INÍCIO DO TEXTO:
      “Terras vazias da agricultura que mata a fome, mas  cheias do que sacia a ganância dos latifundiários"          
                                                                             
Related Posts with Thumbnails