Visitas on line

Tradutor:

sábado, 26 de junho de 2010

Portugal x Brasil, na ÁFRICA

            Navio Negreiro de Castro Alves (poeta e abolicionista)


         Quando o Brasil jogou contra  Portugal em solo Africano, eu pensei: pai e filho jogando na casa que um dia eles invadiram, sequestraram seus filhos, estruparam suas mulheres, mataram suas crianças e velhos, aprisionaram os jovens levando-os de seus lares para um lugar chamado "brasil".  Imaginem! Vocês serem arrancados de seus lares, levados como escravos para trabalhar e saber que nunca mais voltarão a ver os seus. Quanta agonia!Quanta dor! O quanto esse povo sofreu e sofre. As condições que muitos deles vivem ainda hoje são consequências do passado.
         É importante que saibamos, o quanto devemos a eles por tê-los tirado de sua pátria, pisoteado sua dignidade e amor próprio, e que jamais conseguiremos saldar tal dívida.
         Agora, depois de tantos séculos ao retornar a casa que invadimos, encontramo-na se refazendo dos abusos; e somos recebidos com carinho, admiração e respeito. Tudo o que fizermos hoje, será pouco para dirimir as atrocidades que cometemos no passado.


      PARABÉNS ÁFRICA POR RECEBER OS FILHOS DO MUNDO, INCLUSIVE AQUELES QUE SUJARAM O SEU CHÃO, MASSACRARAM SEUS FILHOS, E ROUBARAM SUAS OPORTUNIDADES. SAIBA QUE SUPERIORES NÃO SÃO OS QUE OLHAM POR CIMA, MAS OS QUE OLHAM PARA CIMA E ESTENDEM OS BRAÇOS PARA O ABRAÇO E PERDÃO


Related Posts with Thumbnails