Visitas on line

Tradutor:

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Como fazer amigos ?

                    Pierre-August Renoir, Retrato da menina Julie Manet com gato


A pergnta traz-me à lembrança uma passagem encantadora de um livro de Montherlant. 
"Admirado que uma menina não tenha dado um nome ao seu gato, alguém pergunta: "
"Mas como é que você o chama?"
E a menina responde:
 " Não o chamo. Ele vem quando quer".
Assim também os amigos vêm muitas vezes até nós segundo a mais improvável das hipóteses.
                                                Marguerite Youcenar, em With Open Eyes

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Curiosidades da vida do poeta


             Mario Quintana um dos maiores escritores da Língua Portuguesa, durante uma sessão  de autógrafos de um dos seus livros de poema, foi abordado por um famoso político que lhe disse:
              - Gostei muito do seu poeminha.
              Com sua habitual serenidade, Mário Quintana respondeu:
              - Muito obrigado pela sua opiniãozinha.

E para completar eu digo: só podia ser político com a sua "ingnoranciazona". Nossa!!!Acho que criei um neologismo... !!!!

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Pat uma garota especial para São Bernardo do Campo!!!!

                                                    Antes
                                                                     
      No anonimato algumas pessoas fazem o trabalho de reflorestamento em São Bernardo do Campo.
      A Patrícia, Pat para os amigos, como é uma pessoa especial, uma amante da natureza e dos animais, trabalha silenciosamente replantando as árvores que foram derrubadas por construtoras e caminhoneiros.
    Quem passa no final da tarde pela Miro Vetorazzo, com o sol ainda alto, pode vê-la agachada plantando mudas de árvores ou regando as que já plantou. Cada dia planta um pouco. Faz a rega todas às tardes para que as mudinhas se fortaleçam e  possam sobreviver, e ela possa  plantar mais.
                                                               
     Nessa rua existem dois condomínios de luxo: o Aromáz e o Terra Bonita, e ao longo das calçadas foram plantadas árvores, pela incorporadora Agra, para repor as que eles tiveram que cortar quando construíram os Condomínios. Estas árvores, hoje, são quebradas ou derrubadas de uma outra forma, ora por transeuntes, ora pelo descuido dos caminhoneiros que ali estacionam (debaixo de placas com proibido estacionar) e ora por pessoas que ao sair de seus carros pisam nas mudas, ou abrem as portas quebrando-as. E tem mais, os caminhoneiros, é claro, aproveitam para limpar os caminhões e deixar os lixos ali mesmo. Quando os caminhões  partem as árvores estão partidas, e o lixo espalhado por todo canto, só ficam os toquinhos dos troncos.


     Rememorando! O dia em que a Incorporadora Agra devastou o terreno para construir os Condomínios, foi triste demais. Ao entardecer quando os pássaros retornaram e não encontraram mais as árvores, começaram a piar e a revoar em círculos,no maior desespero, já que era época de ninhadas. Nunca me esqueci da cena, e hoje tenho pavor quando vejo o nome dessa Construtora em algum terreno, sei que a seguir vem a devastação, e sobem os espigões tornando a cidade mais concretada ainda. É claro que ela nunca consegue repor o que destrói. Ninguém consegue substituir árvores seculares, por palmeiras que não abrigam pássaros ou dão frutos. O que fazem é enganar os olhos dos menos atentos.
     Qualquer dia São Bernardo do Campo muda de nome, passa a se chamar São Bernardo, só, porque Campo já era. Poderia também passar a chamar São Bernardo das Palmeiras, de tantas que têm. Que tal São Bernardo do Descampado?! Do jeito que as coisas vão, não vai demorar muito.
     Nunca vamos conseguir repor tantas árvores, mas a Pat tenta. Vocês pensam que ela planta qualquer árvore? Não! Ela sabe exatamente o que tem que plantar! Primeiro cultiva a muda, e sabe que tem que pertencer a Mata Atlântica, só depois  planta. Saibam vocês que o trabalho da Pat é observado por algumas pessoas, inclusive por caminhoneiros e transeuntes. Se estão aprendendo alguma coisa ou vão respeitar este maravilhoso trabalho, eu não sei, espero que sim.
      Semear, plantar, colher, para sobreviver em São Bernardo do Campo, antes que vire só, São Bernardo, sem o CAMPO. Este deveria ser o lema da cidade, mas parece que é apenas de algumas pessoas, ou só da Pat, ou dos que acreditam que podemos contruir um mundo melhor começando por nós mesmos. 



                                                 Depois que a Pat plantou!
                                                   Olhem como estão..
                                                                          

                                  Um dia, se deixarem estarão assim....
                        Parabéns para a Pat que faz a diferença!
        E que hoje sejam plantadas milhares de árvores para a nossa sobrevivência!

terça-feira, 14 de setembro de 2010

"Nosso Lar""


            Hoje eu fui assistir ao filme " Nosso Lar" e pude constatar que merece ser chamado de superprodução. Aqueles que o produziram foram felizes. Ao nos conduzir pelo "Nosso Lar" e pelo Umbral, foram fiéis à obra.
             Não quero falar do quanto custou o filme, ou coisas desse gênero, pois tudo está na mídia e qualquer um pode obter esses dados a qualquer momento. Importante mesmo, é a nova  fase que o cinema brasileiro está trilhando, as novas perspectivas que se abrem, e quem acaba se beneficiando  com tudo é o público, que por sua vez pode assistir algo de qualidade.
           O filme nos chega com todos os ingredientes de uma superprodução. A fotografia, a música, os atores e os efeitos especiais nos conduzem a Colônia Nosso Lar, sem esquecer  é claro, da passagem obrigatória pelo Umbral, já que umbral é a porta de entrada para todos, sem exceção.O perigo mora aí, a nossa estada no Umbral (purgatório para os católicos). Agora, permanecer no Umbral depende  de como cada um está conduzindo a sua vida. Não nos esqueçamos das leis de causa e efeito, ação e reação  e assim por diante. Não há como negar,o filme deixa bem claro essas leis.
         Quanto as mensagens de otimismo, esperança, responsabilidade e amor, são ingredientes fundamentais compõem o filme.
          Ao sair do cinema sentimo-nos leves,introspectivos, inclinados a avaliar nossas atitudes, sentimentos, intemperanças e muito mais.Vale a pena assistir. Cabe a nós brasileiros prestigiarmos o filme para que possamos ter outros melhores. Afinal, na literatura espírita existem belíssimos romances que poderão se transformar em belíssimos filmes.Fica aqui a sugestão! 



                                                                           



sábado, 11 de setembro de 2010

SÓ PARA LER E ....

SEXA
- Pai…
- Hmmmm?
- Como é o feminino de sexo?
- O quê?
- O feminino de sexo.
- Não tem.
- Sexo não tem feminino?
- Não.
- Só tem sexo masculino?
- É. Quer dizer, não. Existem dois sexos. Masculino e feminino.
- E como é o feminino de sexo?
- Não tem feminino. Sexo é sempre masculino.
- Mas tu mesmo disse que tem sexo masculino e feminino…
- O sexo pode ser masculino ou feminino. A palavra “sexo” é masculina. O sexo masculino, o sexo feminino.
- Não devia ser “a sexa”?
- Não.
- Por que não?
- Porque não! Desculpe, porque não. “Sexo” é sempre masculino.
- O sexo da mulher é masculino?
- Sexo mesmo. Igual ao do homem.
- O sexo da mulher é igual ao do homem?
- É. Quer dizer… Olha aqui: tem sexo masculino e o sexo feminino, certo?
- Certo.
- São duas coisas diferentes.
- Então como é o feminino de sexo?
- É igual ao masculino.
- Mas não são diferentes?
- Não. Ou, são! Mas a palavra é a mesma. Muda o sexo, mas não muda a palavra.
- Mas então não muda o sexo. É sempre masculino.
- A palavra é masculina.
- Não. “A palavra” é feminino. Se fosse masculino seria “o pal…”
- Chega! Vai brincar, vai…
O garoto sai e a mãe entra. O pai comenta:
- Temos que ficar de olho nesse guri…
- Por quê?
- Ele só pensa em gramática…

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Em 8/9 estarei em...



        Como todos sabem eu participo do blog: O que elas estão lendo!? Há algum tempo mandei uma resenha de um livro que  gostei muito, e agora no dia 8  será publicada. Convido a todos para dar chegadinha até lá para ler a resenha.
     O Brasil precisa de leitores e o blog é um incentivo à leitura.
Related Posts with Thumbnails