Visitas on line

Tradutor:

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Fatos do cotidiano

Criança tem cada uma...!!
      Estávamos passeando pelas ruas de Monte Verde, cidade turística, e muito linda por sinal, quando resolvemos entrar em uma loja de decoração. Sempre que entrávamos em uma loja a minha cunhada, carinhosamente, sempre diz para a pequerrucha:" não toque em nada porque aqui tudo quebra." Mas, criança é criança e acaba pondo a mão em algumas coisas..,e leva uma bronca danada.
    Entramos em uma determinada loja, sem coisas interessantes para criança.O que tinha eram quadros e todos pendurados nas paredes. Sem muito o que fazer, minha sobrinha resolveu prestar atenção na conversa da  vendedora e sua mãe. Eu ali do lado só observando os acontecimentos. A mulher explicou todos os detalhes de como os quadros eram feitos, com fibras de bananeira e elementos da natureza. Não se  cansava de explicar, quando disse, que só não conseguia tirar da natureza o azul, pois não existia nada na natureza que fornecesse essa cor. Minha sobrinha, que só tem três anos, virou e disse:"e o céu não é azul!?"
    Na realidade o que ela queria dizer é,  por que a mulher não tirava do céu, a cor azul que precisava, para pôr nos quadros.
    A vendedora ficou espantanda com a observação, e resolveu explicar a ela porque  não conseguia tirar o azul do céu. Se ela entendeu eu não sei, só sei que quando não pode mexer nas coisas vem cada pergunta.....!!! "
 


O menino de turbante
                     Essa não é da Nati mas vale a pena contar:
      Isso aconteceu faz algum tempo, mas causou muito riso em quem presenciou a cena....

    Todos os dias minha amiga tomava o ônibus para ir ao trabalho e se sentava sempre nos fundos porque ela  descia no último ponto, então não tinha problema algum.
    Quando o ônibus estava quase cheio, entrou uma senhora muito brava, carregando um menino de uns cinco anos, com um turbante enorme na cabeça. Passou na roleta e foi para o fundo do ônibus. As pessoas que estavam no ônibus não se aguentavam de curiosidade e toda hora olhavam para trás para ver o bendito do menino com aquele turbante. Todo mundo curioso para saber o que era aquilo. Mas ninguém tinha coragem de perguntar. O ti,tit,ti, dentro do õnibus era imenso. Num determinado momento uma outra senhora que estava por perto resolveu desvendar o mistério e perguntou:
    - O que aconteceu com o garoto?
    A mulher disse  bem alto para todo mundo ouvir:
   -Esse idiota, não tinha o que fazer, pegou o penico para brincar de soldado e colocou na cabeça, fez pressão e agora não sai mais. Estou levando ele pro Pronto Socorro pra ver se o médico tira.
     Todo mundo caiu na risada, e o menino ficou lá com uma cara de coitado. Acho que nunca mais vai brincar de soldado. Mãe passa cada vexame..!!!

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Só pra descontrair ...!


Só para descontrair!Encontrei estas piadas, gostei e resolvi colocá-las aqui.

         " Após anos praticamente surdo, um homem compra um aparelho de surdez super moderno, quase invisível. Quando volta ao consultório do médico, ele lhe pergunta:
     - Então gostou da compra?
    - Sem dúvida doutor! Adorei! Ouvi sons  nas ultímas semanas  que nem imaginava que existissem.
     - Muito bom. E a sua famíliua,também gostou da novidade?
     - AH! Nínguém em casa sabe que eu tenho o parelho. E está sendo ótimo. Só este mês resolvi mudar meu testamento pelo menos três vezes. "



       "Três amigos falavam o que os filhos seriam quando crescessem.
        O primeiro diz:
        -Meu filho vai ser advogado, porque passa o tempo todop discutindo.
        - O segundo amigo diz:
        - Acho que o meu vai ser  veterinário, pois passa o tempo todo, cuidando dos animais.
     - E o seu? perguntam ao terceiro.
      - Acho que vai ser garçom, pois por mais que eu o chame , ele nunca atende."

          " - Minha senhora, quer me fazer o favor de pedir ao seu filho que pare de me imitar?
        A mulher vira e diz ao filho:
        - Luís, eu já disse a você:pare de bancar o bobo."
                       

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

"Sylvester Stallone, vá pentear macacos!!!!


          Estréia hoje nos cinemas do país "Os Mercenários", filme dirigido, escrito, produzido e protagonizado por Sylvester Stallone.
          Não sei se vocês se lembram das piadinhas ácidas e sarcáticas que ele fez sobre o Brasil. Piadinhas sem graça de quem quer dizer, sou superior e vocês são todos uns bobocas que ainda dizem obrigado por explodir o seu país. Foi muito fácil, seus idiotas e vocês ainda dizem obrigado.

         Vamos rememorar!Ao fazer a promoção de seu filme, Stallone desdenhou não só povo brasileiro como o Brasil todo, dizendo “Gravar no Brasil foi bom, pois pudemos matar pessoas,explodir tudo e eles diziam “obrigado” e tome um MACACO para levar para casa!
          Pasmem! O homem se sente tão superior à macacada que ainda quer uma estátua de bronze em tamanho real em Mangaratiba, lugar da filmagem.
         Críticas têm que ter fundamentos, e só um homem imaturo, grosseiro, com uma mente tão tacanha poderia fazer uma crítica desta. Aposto que os brasileiros receberam-no muito bem, como é  de costume do nosso povo. Está na hora do brasileiro dar um basta nisso. Que tal mostrar a esse babaca que o lixo que produziu aqui só sujou a imagem dele que se sente superior, mas na realidade não o é. Se fosse não teria dito tal coisa.


            Espero que os brasileiros se lembrem  de tudo que aconteceu, não gastem seu rico dinheirinho para ver mais um lixo do cinema norteamericano e dê-lhe o troco , mandando-o pentear macacos que é o que ele merece!"    
A TODOS .....

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Qual será o fim de Sakineh Mohammadi ... ?

        
        Sinto-me impotente diante de fatos como este. Não sei o que dizer, muito menos o que escrever. Parece-me que tudo é em vão quando nos deparamos com mentes tão tacanhas, apegadas à falsos moralismos e crenças primitivas.
        Neste caso parece-me  que não há esperanças para Sakineh Mohammadi, pode ser que eu esteja completamente equivocada, mas não consigo ver de outra forma. O mundo pode se mobilizar na tentativa de ajudá-la, mas duvido que consigam. 
         Por um outro lado há a  possibilidade que todo esse alarde em torno do caso dê resultados no futuro. Talvez  a justiça iraniana, se é que podemos chamar isso de justiça, seja mais cautelosa em seus julgamentos, pois ninguém gosta de ser visto como idiota duas vezes, mesmo sendo. Isso fere o orgulho, ainda mais de um povo arrogante, machista, e cego para as condições que vive. Eles não esperavam por isso e agora se encontram em uma encruzilhada tentando arrumar mais motivos para justificar a pena de morte ou mudar a forma de matá-la. Encontrarão, tantos motivos quantos forem necessários, e o que decidiram se concretizará apesar de tudo.
        Eles enfrentarão a opinião mundial e Sakineh Mohammadi a pena de morte de alguma forma. Tenham certeza que  farão valer a decisão que tomaram, custe o que custar.

        É muito triste saber  que em pleno sec XXI  o homem ainda pense dessa forma. As coisas não deveriam ser assim mas...
         Não pensem que é o que desejo, pelo contrário, continuo torcendo para que desfecho seja outro.
          Deixo aqui uma reflexão às mulheres em especial:
Somos nós que geramos os homens e os educamos, mas são eles que fazem as leis para nos punir.

sábado, 7 de agosto de 2010

"HOMENAGEM AOS PAIS, EM ESPECIAL AO MEU."

          'Dias de luta", foi a música que escolhi para homenageá-lo. Troco” dias" por “ vida de luta" porque foram dias e mais dias, que somados dão uma vida de lutas diárias  para criar seis filhos.
         Os exemplos foram muitos, mas o maior deles foi o trabalho.Também foram muitas as profissões que teve. Por muitos anos foi carpinteiro, mas poderia ter sido inventor,engenheiro ou qualquer outra coisa, o importante era o trabalho para dar o sustento aos filhos.
         Dentre tudo na vida, do que mais se orgulhava era de ter servido o exército durante muitos anos e ter sido graduado  Segundo Sargento. Foi assim que se aposentou e viveu durante o restante da vida. Um dia saiu para uma cirurgia e sem ao menos avisar  não retornou, ficamos órfãos, perdemos o nosso leme.Sua ausência foi  preenchida com a presença dos valores que nos passou. Seguimos em frente mas conscientes que o maior presente que havia nos deixado era a vida e  os exemplos para vivê-la dignamente.
      Hoje neste dia tão especial, como foram todos,queremos que saiba que os  exemplos que nos deu ficaram marcados em nossas vidas, seus dias de luta não foram em vão,  e que seus filhos sempre  te amaram e continuam  te amando de coração.
                Obrigada por ter sido nosso pai e ter nos conduzido nesta vida.

Dias de Luta
IRA!
Composição: Edgard Scandurra

Só depois de muito tempo
Fui entender aquele homem
Eu queria ouvir muito
Mas ele me disse pouco...

Quando se sabe ouvir
Não precisam muitas palavras
Muito tempo eu levei
Prá entender que nada sei
Que nada sei!...

Só depois de muito tempo
Comecei a entender
Como será meu futuro
Como será o seu...

Se meu filho nem nasceu
Eu ainda sou o filho
Se hoje canto essa canção
O que cantarei depois?
Cantar depois!...

Se sou eu ainda jovem
Passando por cima de tudo
Se hoje canto essa canção
O que cantarei depois?...

Só depois de muito tempo
Comecei a refletir
Nos meus dias de paz
Nos meus dias de luta...

Se sou eu ainda jovem
Passando por cima de tudo
Se hoje canto essa canção
O que cantarei depois?...(2x)

Cantar depois!...

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

BRs DO BRASIL

         Hoje o post é sobre “ o estado lamentável  que se encontra as estradas do Brasil, inclusive aquelas que nos levam a lugares distantes como Bahia, Mato Grosso ...
         As do Estado de São Paulo são melhores, no entanto os preços dos pedágios são os mais altos. Quanto, as que nos levam aos confins do Brasil, a situação é precária, eu diria calamitosa, buracos e mais buracos, sinalização nem se fala, paradas Deus nos livre! Iluminação, está longe de existir..... Os problemas são tantos que não dá nem pra falar, quanto mais escrever, só quem viaja de carro é que sabe.
       Resolvi escrever sobre este assunto, porque uma amiga me enviou um texto que ela escreveu depois de ter feito uma viagem de carro à Bahia. Como achei interessante e ela me autorizou, resolvi postá-lo.


Roseli Correa
Considerações sobre uma  viagem que fiz  à Bahia....
                                   
             Triste país esse meu! Km e km de terras onde a agricultura não mata a fome! 

           Terras vazias da mão humana! Terras sem o sal do suor do homem! Em volta à miséria, a natureza se mostra cruel em seu exagero! O homem se mostra cruel em sua mesquinharia! E eu tenho desprezo por esse exagero de terras.
                    
       Lua cheia boiando no mar da Bahia exagerando sua beleza!

                                            
           Triste país, onde os caminhões serpenteiam as estradas arrastando a riqueza dos que não trabalham.Triste país onde 20 anos não foram suficientes para mudar um quadro desolador de miséria .
             Exagero de gentileza ... no meio do nada.Os funcionários de uma lanchonete mantém água gelada na geladeira para dar gentilmente aos passageiros que param ali.

            Quero reclamar das plantações de eucaliptos, num verde sem fim, sem homens, sem animais, sem alegria, um verde triste, a tristeza da avareza e eu, desprezo esse verde.
          Desprezo os que deveriam zelar pelas BRs do Brasil, com seus trechos que exageram nos buracos, exageram no desrespeito aos contribuintes.
          Desprezo e tristeza são o que sinto por tudo isso!

                                       PARAFRASEANDO O INÍCIO DO TEXTO:
      “Terras vazias da agricultura que mata a fome, mas  cheias do que sacia a ganância dos latifundiários"          
                                                                             
Related Posts with Thumbnails